Como um bom networking pode alavancar sua carreira

Você sabe o que é network?

Network é entendida como uma rede de contatos que pode proporcionar valor desde a troca de informações até a ajuda numa recolocação profissional. E para ter uma rede destas, você deve cultivar ações de fomento da sua rede de contatos. Estas ações de fomento devem ser compreendidas como uma troca. Isto é, se você quer extrair valor da sua rede de network precisa também oferecer valor a esta rede de contatos.

No processo de gestão de carreira é possível perceber que os profissionais que preferem ir sozinhos até vão mais rápido, mas não chegam tão longe. As relações devem ser construídas, sendo essencial ter claro que quem não é visto também não é lembrado.

Tem pessoas que reclamam que recorrem à ajuda de seus contatos, mas não conseguem êxito. Será que elas têm feito para merecer retorno? Quando somos conhecidos e nos fazemos presentes conquistamos a simpatia e o comprometimento dos nossos contatos.

Ford Myers, presidente da Coaching Career Potencial, listou as sete boas razões para investir no networking. Vou compartilhar com vocês para enfatizar a importância desta temática na nossa trajetória profissional, em que a premissa é: a manutenção de contatos profissionais é benéfica a todos, do candidato até o gestor de vagas de trabalho.

1. A forma que você se aproxima pode dizer muito sobre você:

As pessoas ao seu redor podem estar à procura de alguém para compor seu quadro de profissionais. Elas também podem estar reticenciosas em marcar reunião para conversar sobre a questão. Então, concordar em te receber para uma conversa pode ser indício que estão realizando um ensaio com sua postura e com seu comportamento.

2. Você vale o que sabe:

Ao realizar ativamente o networking, possivelmente tem um conhecimento razoável sobre as vagas e ouve nas entrevistas como anda a economia e quais são, em parte, os planos estratégicos de outras companhias. Esse conhecimento é precioso para outras pessoas, incluindo seus potencias empregadores.

3. Existe interesse em ajudar:

Ajudar outras pessoas na busca por emprego aumenta a moral de quem realiza essa intermediação. Se alguns fazem isso de forma altruísta, existe outra parcela de pessoas com contatos que fazem isso de olho nas boas referências que essa ação pode render. Seja qual for o caso, é bom para você.

4. O fator “ego”:

Consultar seus contatos sobre questões profissionais faz com que se sintam apreciados. Ao perguntar algo que denote a necessidade por seus conhecimentos, você atribui status de autoridade em determinados assuntos. Promove neles o senso de valor e em você o senso de alguém que é articulado, qualidade, esta, sempre desejada.

5. Networking não é trabalho:

Às vezes, o que seu contato deseja é tomar uma xícara de café e papear sobre amenidades. Seja qual for a razão disto, uma rápida saída para um café pode render boas conversas e informações valiosas.

6. As portas podem se abrir:

Se precisar marcar uma reunião com alguém que tenha sido indicado por você, é praticamente certo que você será atendido. Longe de ser fruto do tráfego de influências, essa receptividade se dá em função da confiança que existe em seu trabalho e na qualidade de seus contatos.

7. Sua situação é pública:

Na maior parte das vezes, os seus contatos sabem o que o motiva a procurá-los. Se for uma questão urgente e você passar por necessidades, é bastante possível que os participantes de sua rede se empenhem em resolver seu problema, pois te conhecem e podem ter empatia por você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *